Pages

3 de ago de 2011

Ninja Scroll

Com cenas de nudez e sexualidade quase explícitas, além de mortes violentíssimas (com direito a muito sangue e pedaços de corpos voando para todos os lados), Ninja Scroll marcou de forma indelével a mente de milhares de jovens brasileiros e foi, sem sombra de dúvidas, uma das obras que mais contribuíram para a popularização dos animes em nosso país.
Tudo começa com o extermínio da população da Vila Shimoda, aparentemente dizimada por uma peste fulminante. Alguns membros da elite suspeitam que a peste possa ter sido causada de propósito e, por esta razão, a Equipe Ninja Koga é recrutada para investigar o problema e descobrir o que realmente aconteceu na Vila Shimoda. Durante esta investigação, um encontro com sangüinários e demoníacos assassinos causa um verdadeiro massacre entre os membros da Equipe Koga. Kagero, uma bela "kunoichi" de personalidade forte e que também trabalha como provadora de venenos, sobrevive ao ataque, mas o destino que a aguarda é pior que a morte imediata.








Enquanto isto, o protagonista da história, o ninja mercenário Jubei Kibagami, acaba de cumprir com sucesso mais uma de suas missões. Após se perder durante a viagem, Jubei resolve pedir informações a um indivíduo nada amigável e de aparência assustadora. Os eventos que se seguem envolvem Jubei em uma trama que atinge os mais altos escalões do poder japonês, à época em que o Xogunato Tokugawa acabara de se instalar no país. O surgimento dos Oito Demônios de Kimon dão um toque sobrenatural à trama, com personagens que parecem ter vindo diretamente do inferno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário