Pages

29 de jan de 2011

Povo






Eu



Full Metal Alchemist






Eu até que demorei pra postar a historia do meu anime favorito ^^ Mas beleza ^^
Fullmetal Alchemist (em japonês: 鋼の錬金術師 Hagane no Renkinjutsushi?, lit. Alquimista de Aço) É uma série de mangá criada por Hiromu Arakawa e serializada na revista mensal Shonen Gangan desde Agosto de 2001. Recebeu uma adaptação para anime com 51 episódios pelo estúdio Bones, exibidos entre Outubro de 2003 e Outubro de 2004, e o longa-metragem Shamballa wo Yuku Mono em Julho de 2005.
No Brasil, a primeira série foi exibida no Animax desde 2005, e em 2006 no bloco TV Kids da RedeTV! dividindo o bloco com Hunter x Hunter e Super Campeões, em uma versão com censuras. Os DVDs são distribuídos pela Focus Films, enquanto o mangá é publicado pela Editora JBC.
Em Abril de 2009 começou a exibição de uma segunda adaptação de Fullmetal Alchemist esta adaptação em animação foi feita pelo mesmo estúdio que concebeu a versão anterior e se chama Fullmetal Alchemist Brotherhood. Foi encerrado em 4 de julho de 2010 contando com 64 episódios e foi anunciado um novo longa-metragem que será lançado em 2011.
A historia começa em uma cidade do interior, chamada Resenbool, onde vivem os irmãos Edward Elric e Alphonse Elric, filhos de Von Hohenheim (Von Hohenheim no mangá ou Hohenheim da Luz no anime) e de Trisha Elric.
Quando eram pequenos, foram misteriosamente abandonados pelo pai. Logo depois, Trisha ficou doente e morreu. Desde então, Edward, o irmão mais velho, passou a culpar o próprio pai pela morte da mãe. Arrasados com a morte de quem tanto amavam, tentam revivê-la, utilizando uma técnica proibida da qual tomaram conhecimento lendo um dos livros que Hohenheim Elric havia deixado em casa, sobre Alquimia. Diz a Alquimia que pode se conseguir qualquer coisa, desde que se pague o que se deseja tanto com um valor equivalente. É a lei máxima da Alquimia, a "Lei da Troca Equivalente". Transmuta-se um objeto reorganizando e recombinando seus átomos. Como um corpo humano é composto por diversos elementos químicos, em teoria, pode-se criá-lo misturando os elementos certos e em suas devidas proporções. Pondo esta teoria na prática, os irmãos utilizam a receita do livro para trazer a mãe de volta a vida, e, como último ingrediente, acrescentam uma gota seu de sangue, que carrega as lembranças genéticas da mãe. Assim, é quebrado o maior tabu da Alquimia: a Transmutação Humana. Entretanto, os irmãos conseguem reviver apenas o corpo da mãe, sem alma. E por terem praticado a transmutação humana, são levados até a Porta da Alquimia (o Portal), onde o preço do corpo da mãe é cobrado: Edward perde sua perna esquerda, enquanto seu irmão Alphonse perde todo o seu corpo. Edward então sacrificou o seu braço direito em troca da alma do seu irmão, que ele selou em uma armadura.
Edward usa Automails (próteses mecânicas) implantadas no lugar dos membros perdidos, então os irmãos Elric partem em busca da lendária Pedra Filosofal, a qual, reza a lenda, amplia os poderes de um alquimista e através dela, fazendo com que possam ignorar a lei da troca equivalente, de modo que eles poderiam de alguma forma, recuperar seus corpos. Porém, eles não são os únicos intessados no artefato, os Homunculus (seres humanos artificiais), também estão atrás da pedra. Para facilitar a sua busca, Edward entra para o exército, tornando-se um Alquimista Federal (por muitos denominados "cães do exército") e passa a ser conhecido pela alcunha de Alquimista de Aço. Eles ainda cruzam o caminho de Scar, um sujeito de poderes misteriosos que busca se vingar de todos os Alquimistas Federais que encontra pela frente. Em sua jornada, os irmãos Elric descobrirão conspirações e ligações entre o exército e os homunculus.

Texto da Simony

Vou postar um texto que uma amiga minha de bem longe (bota longe nisso...) me mandou uma vez. Espero que gostem...

Mude.
Mas comece devagar, 
porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente,
observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira pra passear livremente na praia, ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma do outro lado da cama...
depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV, compre outros jornais... leia outros livros.
Viva outros romances.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde. Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores, novas delícias.
Tente o novo todo dia,
o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, 
o novo prazer, o novo amor, a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental...
tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas,
troque de carro, compre novos óculos, escrevas outras poesias.
Jogue fora os velhos relógios,
quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude.
Lembre-se que a vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um novo emprego,
uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso,
mais digno, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa,
se possível sem destino. 
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já conhecidas. 
Mas não é isso o que importa. 
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda!

28 de jan de 2011

Thundercats! Hoooooooooooooooooo...




No começo da semana surgiram na internet a primeira imagem vazada e logo em seguida a primeira oficial da nova versão de Thundercats, e os fãs entraram em polvorosa. Agora, a MTV conseguiu falar com um dos produtores da série, Ethan Spaulding, que respondeu a várias das questões que estavam sendo discutidas online. Para facilitar o entendimento do bate-papo, separamos por assuntos.
Design: Nós decidimos que o melhor seria manter o essencial dos traços de todos os personagens - especialmente suas cores - assim, logo de cara você consegue olhar para eles e saber quem é quem. Nós realmente mantivemos este espírito básico dos personagens e atualizamos com uma armadura mais realista. Os desenhos originais eram ótimos, mas para o mundo que estamos criando para ambientar esta história, nós tivemos que encaixar o nosso design àquela história. O visual anterior era mais para super-heróis. Dá para perceber isso olhando os personagens um ao lado do outro. Tem jeito de uma superequipe. Com o que nós queremos contar, não dava para manter isso. É algo mais realista, uma paleta de cores mais cotidiana.
Anime: Eu sempre fui um grande fã da série original e eu adoro animação japonesa e as coisas que eles conseguem fazer. As cores que eles usam são bem diferentes das que vemos na animação estadunidense e há uma variedade muito maior também. Nós somos fãs deste estilo. E o estilo meio anime vai se estender também na forma narrativa. O desenho original foi feito no Japão e muita gente provavelmente nem sabe disso. Muitos dos artistas acabaram indo para o Studio Ghibli, e trabalharam no primeiro filme de Hayao Miyazaki. Ou seja, Thundercats tem animação japonesa no seu DNA. Nós estamos meio que voltando e prestando uma homenagem a isso na nova série. E estamos dando muita atenção também à iluminação no desenho. Estamos tentando alcançar um visual parecido com o de filmes. Espero que cheguemos lá.
Tygra e seu chicote: Todo mundo quer saber sobre o chicote do Tygra, mas isso é muito relacionado à história, não posso falar muito. Basicamente, queríamos deixá-lo mais cool do que ele era antes. O consenso é que ele era o mais chato do desenho anterior, então procuramos formas de deixá-lo mais interessante e dar a ele uma outra dimensão. Mas não se preocupe, ele ainda tem o chicote. As pessoas estão se perguntando onde estão o chicote na primeira imagem, mas está no seu cinto.
Panthro e seu nunchuk: Nós gostamos de todos os aspectos do personagem anterior. É ali que nasce o aspecto icônico desses personagens - você tem que ter os nunchuks com as patas no final. E este era o desafio: como atualizar isso? Nosso diretor de arte fez um ótimo trabalho. Foi ele que deu o primeiro passo em todos os personagens, atualizando-os e só então mandando para o Japão.
Snarf, WilyKit e WilyKat: Sim, vocês vão vê-los. Nós vamos mostrar as coisas aos poucos. Fique tranquilo, eles estão lá e estão lindos. Eles foram redesenhados de uma maneira diferente. Vocês vão ver quando a hora chegar.
Reação do público: Fiquei um pouco surpreso, sim. Mas quando você pensa nisso, é fácil entender. Thundercats faz parte da cultura pop desde 1985.

Final Fantasy 13 Versus



A Square Enix lançou um novo - e longo - trailer de Final Fantasy XIII Versus, game da série Fabula Nova Crystallis.
O vídeo do RPG, exclusivo para PlayStation 3, mostra uma ambientação mais realista e sombria do que os fãs da série estão acostumados. Detalhes sobre o título ainda são escassos.

Street Fighter






Cosplays 1