Pages

4 de jun de 2011

Kyosuke Himuro - The Calling (Final Fantasy 7: Advent Children)

Calling
I wonder how many sleepless nights you have to count, before you find your way
After how many lives are lost, will the strife end?
Clowns that cannot be saved, just tumbling atop of history
Like someone said one day before
The answer is in the wind
How many times does your face have to be hit as you turned it away, before you stop pretending you don't notice?
How much pain must you endure, before you smile freely?
If you're going to accept defeat again, still boundby rusted chains
Like someone said one day before
The answer is in the wind
With your voice strained and your hands gripping tightly
Waiting for the time when your destiny is sure to change
With the faint power of a tiny love
Always waiting for your sadness to be embraced
Pitiful frauds working their puzzles of lies
Foolish romanticists who gracefully entertain with clumsiness
And the premonition of the coming of the day when history will tell you nothing
Like someone said one day before
The answer is in the wind
With your voice strained and your hands gripping tightly
Waiting for the time when your destiny is sure to change
With the faint power of a tiny love
Always waiting for your sadness to be embraced

(Tradução)

Eu me pergunto quantas noites insones você precisa contar
antes de encontrar seu caminho
Depois de quantas vidas perdidas a briga vai acabar?
Palhaços não podem ser salvos, apenas badernar no topo da história
Como alguém disse, um dia atrás
A resposta está no vento

Fraudes patéticas montando seus quebra-cabeças de mentiras
Romancistas tolos que graciosamente entretêm com falta de graça
E a premonição da chegada do dia quando a história não irá lhe dizer nada
Como alguém disse, um dia atrás
A resposta está no vento

Com sua voz tensa e suas mãos apertadas
Esperando pelo tempo quando seu destino estiver prestes a mudar
Com o fraco poder de um minúsculo amor
Sempre esperando ser abraçada pela sua tristeza

Quantas vezes sua face terá de ser atingida enquanto você
olha para o outro lado, antes de você parar de fingir que não percebeu?
Quanta dor você irá carregar, antes de sorrir livremente?
Se você vai aceitar a derrota de novo, ainda preso por correntes enferrujadas
Como alguém disse, um dia atrás
A resposta está no vento

Com sua voz tensa e suas mãos apertadas
Esperando pelo tempo, quando seu destino estiver prestes a mudar
Com o fraco poder de um minúsculo amor
Sempre esperando pela sua tristeza ser abraçada









Nenhum comentário:

Postar um comentário