Pages

7 de ago de 2012

Phantomas


Um famoso arqueólogo possui um livro sobre os mistérios da Atlântida, entre os quais está as informações de que o "Continente Perdido" emergirá, então ele parte junto com sua filha Marie, para uma expedição de navio em busca de Atlântida. Coincidentemente um cientista chamado Dr. Zero está  testando uma arma secreta, com a qual deseja dominar o mundo, e destrói o navio em que está o arqueólogo e sua filha. Marie, a única sobrevivente, bóia no Atlântico com o livro de seu pai e é resgatada pelo Dr. Steel, um homem que dedica seu trabalho a descobrir formas de combate à fome e doenças epidêmicas, usando o Super Carro como transporte. O Super Carro necessita de água potável, para seus motores e então, nossos amigos resolvem pousar a nave em uma ilha que encontram, quando descobrem tratar-se da lendária Atlântida, agora de volta à superfície devido a uma explosão vulcânica.
Na ilha, eles são atacados pela mão gigante. No meio da correria para fugir, encontram a tumba do imperador Ogon Bat, e após decifrarem os hieróglifos, que dizem que a cada 10000 anos um grande mal ameaça a Terra, e somente o guerreiro que está no esquife pode vencê-lo,  Marie derrama água por sobre seu corpo esqueletizado, ressuscitando o esqueleto vivo Fantomas,  que assim inicia sua guerra contra as forças do Doutor Zero.






Por ter revivido Fantomas, Marie se torna sua protegida e, quando necessário, ela evoca o "morceguinho dourado" que antecede a chegada de Fantomas e depois se torna uma tatuagem no braço do herói. Fantomas defende também os amigos de Marie, que são: o cientista Steele, seu filho Terry e o assistente Gabi.
Fantomas tem um nível de poder incomparável. É extremamente veloz e sua força lhe permite erguer muitas toneladas. Além disso, ele pode controlar tempestades, criar terremotos, voar a grandes velocidades e até viajar por outras dimensões. A maior arma de Fantomas é sua clava, que pode se mover sozinha segundo a vontade do herói e até rasgar qualquer coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário