Pages

30 de nov de 2010

Rurouni Kenshin (Samuari X no Brasil), Crônicas de um espadachim na Era Meiji








Adoro esse animê. Foi o primeiro mangá que colecionei que tenho lembrança ^^

No Brasil, foi adotado o título americano Samurai X. É um Anime baseado no mangá de Nobuhiro Watsuke, que misturava vários gêneros como ação, comédia, típico de mangas Shonen(para meninos), mas que deixava no ar um romance mal resolvido por parte do personagem principal Kenshin e o personagem secundário Kaoro.
Kaoro Kamiya faz a narração da história de um dos lendários personagens que marcaram o final da Era Tokugawa (final do feudalismo Oriental no Japão), existem rumores de que esse lendário espadachim realmente existiu – mas lógico não era ruivo. Um dos traços marcantes e que a diferencia da grande maioria das histórias de samurai, é o excelente cruzamento entre os acontecimentos históricos reais, que são normalmente tema da trama da temporada, e a presença de personalidades marcantes da história japonesa.
É uma excelente história, além de Rurouni Kenshin lhe ensina sobre como funcionava o feudalismo Oriental que marcava a Era Tokugawa e toda a transformação necessária, que esta registrada na história, para acabar com ele e botar no poder a mais antiga de todas as dinastias que existe até hoje, a Dinastia do Japão esta no poder desde a queda da Dinastia Tokugawa até hoje, o anime retrata então o começo da Era Meiji – coisa que já me rendeu um 10 numa prova sobre o feudalismo oriental. Acho que se pode aprender muita coisa em qualquer lugar, tudo tem um pouco de cultura, devemos só avaliar se queremos ou não absorver tal tipo de conhecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário